19
set
2016
15

TESTO BOOSTER – A ILUSÃO (DUDU)

Muitos suplementos prometem aumentar testosterona endógena através de uma combinação de vitaminas e minerais. Outros prometem aumentar testosterona combinando vitaminas e minerais com fitoterápicos (tribulus, mucuna pruriens, maca peruana, forskolin, ashwagandha, long jack etc) – que podem ser vendidos de forma isolada também (sem micronutrientes). Outras substâncias como o ácido aspártico também foram cogitadas para aumentar testosterona.

É importante deixar claro que muitas dessas substâncias podem realmente elevar testosterona em homens. Outras só foram testadas em animais e muitas tem resultados controversos (ácido aspártico mostrou aumento em um estudo, nenhum resultado em outro e redução da testosterona em um terceiro estudo). Alguns minerais e vitaminas mostram resultados de aumento da testosterona em situações de hipogonadismo (baixa testosterona) associado à deficiência do micronutriente, como é o caso do zinco e da vitamina D. Boro e magnésio mostraram aumento da testosterona em um ou outro estudo, mas em outros não. Tribulus e maca peruana parecem aumentar libido em indivíduos saudáveis, mas maior parte dos estudos não mostra nenhum efeito nos níveis de testosterona, assim como a crisina não mostrou efeitos de redução do estrogênio in vivo.

Mesmo que algumas dessas substâncias aumentem os níveis de testosterona, esse aumento não se correlaciona com ganhos de massa muscular em indivíduos saudáveis. Ou seja, se sua testosterona endógena subir de 500 ng/dl para 800 ng/dl Isso muito provavelmente não vai refletir em hipertrofia. Só níveis suprafisiológicos de testosterona estão correlacionados com hipertrofia muscular em indivíduos saudáveis. Além disso, seria muito mais eficiente usar fármacos que estimulem a produção de testosterona de forma mais potente, como tamoxifeno e HCG, do que gastar dinheiro com fitoterápicos de efeito duvidoso.

Aqui no Brasil a legislação não permite q esses suplementos (testo booster) contenham mais micronutrientes que o limite diário recomendado, então o próprio ZMA vendido pelas empresas acaba sendo inferior a um multivitamínico básico vendido em farmácia. Não que esse suplemento faça alguma coisa também, não passa de marketing.

abraços, Dudu Haluch

Zinc status and serum testosterone levels of healthy adults.
Prasad AS et al.

A systematic review on the herbal extract Tribulus terrestris and the roots of its putative aphrodisiac and performance enhancing effect.
Qureshi A et al.

Effects of magnesium supplementation on testosterone levels of athletes and sedentary subjects at rest and after exhaustion.
Cinar V et al.

The effect of boron supplementation on lean body mass, plasma testosterone levels, and strength in male bodybuilders.
Ferrando AA, Green NR.

Do Testosterone-Boosting Supplements Work?
Kamal Patel

Three and six grams supplementation of d-aspartic acid in resistance trained men.
Melville GW et al.

D-aspartic acid supplementation combined with 28 days of heavy resistance training has no effect on body composition, muscle strength, and serum hormones associated with the hypothalamo-pituitary-gonadal axis in resistance-trained men.
Willoughby DS, Leutholtz B.

Effect of vitamin D supplementation on testosterone levels in men.
Pilz S et al.

Herbs, Vitamins, & Supplements for Testosterone
Written by Kimberly Holland
Medically Reviewed by Kenneth R. Hirsch, MD on 11 de Junho de 2014

Leia mais

2 Comentários

Deixar um Comentário