16
set
2016
3

Suplementar BCAA faz diferença?

Depende, estamos analisando qual contexto?

A suplementação de BCAA pode ser muito importante em algumas patologias, como uso terapêutico em doenças hepáticas e em indivíduos com fenilcetonúria. Mas quando olhamos para o uso de BCAA para hipertrofia ou como suplemento anti-catabólico existem muitas controvérsias e a tendência dos grandes pesquisadores da área é considerar o uso de suplementos de BCAA pouco relevante para essas finalidades.

Podemos entender melhor isso quando consideramos a presença desses aminoácidos nos alimentos. Cada 100 g de proteína dos alimentos contém cerca de 15-20 g de BCAA e as necessidades proteicas para indivíduos treinados varia de 1,5 a 2 g/kg (com déficit calórico a demanda pode ser maior). Um indivíduo de 70 kg deve ingerir cerca de 105-140 g de proteína e umas 20-25g de BCAA vindo dos alimentos. Isso já mostra o quanto a suplementação de cápsulas de BCAA é inútil e cara, pois você obtém quantidades muito maiores dos alimentos do dia a dia.

Será que suplementar 5-15 g de BCAA por dia fará diferença?
Bom, É importante considerar q a síntese proteica não depende apenas da quantidade de proteínas da dieta, mas também do balanço energético, conteúdo de carboidratos da dieta, volume e intensidade do treino, ambiente hormonal etc. Maioria dos estudos parecem indicar que excesso de proteína não aumenta síntese proteica, por isso excesso de proteína e BCAA parece ser irrelevante para promover hipertrofia, principalmente em uma dieta hipercalórica, rica em carboidratos.

Os carboidratos têm efeito poupador de proteína, eles minimizam a degradação proteica. Se o indivíduo está em déficit calórico e com uma grande redução de carboidratos a suplementação de BCAA pode ser interessante, mas isso também depende do tamanho do déficit calórico e de quanta proteína na dieta o indivíduo está utilizando. O uso de hormônios anabólicos (esteroides, gh, insulina) também otimiza a eficiência do uso de proteína, aumentando a síntese (anabolismo) e minimizando a degradação proteica (catabolismo). Nesse contexto podemos ver que o uso de suplementos de BCAA tem pouco custo benefício para evitar catabolismo e é ainda mais limitado quando se deseja hipertrofia muscular.

abraços, Dudu Haluch

1 Comentário

Deixar um Comentário