19
nov
2014
1

POTENCIAL ANABÓLICO (DUDU)

Potencial anabólico determina qual o seu potencial de ganhos de massa muscular no curto prazo. Eu que inventei isso (baseado no meu conhecimento de física, “energia potencial”), e talvez para os mais experientes seja irrelevante, porque parece muito intuitivo. Mas vamos esclarecer, isso vai facilitar sua compreensão das coisas. No longo prazo seu ganho de massa muscular depende basicamente do seu “potencial genético”, seu limite natural determinado pela sua resposta hormonal e metabolismo.

Fatores que aumentam potencial anabólico:

– destreinamento, indivíduos sedentários, que treinam pouco ou aqueles que interromperam o treinamento por um tempo, possuem maior potencial para evoluir com o incremento na intensidade e/ou volume de treino. A memória muscular desempenha um papel fundamental aqui;
– dieta ruim, carente de nutrientes, desorganizada. Quanto pior sua alimentação, maior o potencial para evoluir com uma boa alimentação;
– potencial genético. Quanto maior seu potencial genético, mais rápida e maior a resposta do organismo ao treinamento, à dieta e aos hormônios;
– tempo de dieta com restrição calórica. Quanto mais tempo em restrição calórica (low carb), maior seu potencial para ter ganhos após a dieta (efeito catch-up), maior sensibilidade à insulina. Não precisa ter medo de perder volume, pois ele é facilmente recuperável com dieta e treinamento adequados;
– perda de peso. Quanto mais peso você perde numa fase de dieta restrita, maior potencial para ganhos após a fase de dieta. Mas isso depende também da forma com que isso é feito e o rebote pode ser indesejável se medidas extremas foram tomadas, como desidratação severa e catabolismo acentuado, com grande perda de massa muscular;
– baixas doses de esteroides. Se você evolui bem com pouco, significa que tem um bom potencial para evoluir sando doses maiores;
– início de um ciclo de esteroides. Os maiores ganhos acontecem nas primeiras semanas de um ciclo (~4-6 semanas).

Fatores que diminuem o potencial anabólico:

– tempo de treino, volume e/ou intensidade de treinamento elevados. “Quanto mais treinado um indivíduo, menos treinável ele é”;
– muita massa muscular. Quanto maior sua massa muscular, mais difícil ter ganhos;
– ganho de peso muito rápido no decorrer do tempo. Se vc ganhou muito peso, principalmente massa muscular, mais difícil se tornam seus ganhos posteriormente;
– pós-ciclo de esteroides. Essa é a pior forma para reduzir seu potencial anabólico, pois o crash hormonal pós-ciclo e o desequilíbrio hormonal gerado (baixa testosterona, estrogênio elevado, resistência à insulina elevada) podem limittar seus ganhos por meses após um ciclo;
– tempo de ciclo. Quanto mais tempo num ciclo, menor seus ganhos, principalmente num bulk. Depois de ~6-8 semanas o potencial anabólico de um ciclo fica bem reduzido.
– altas doses de esteroides. Quanto mais esteroides você, menor seu potencial de ganhos;
– dieta rica em carboidratos. Se você já faz uma dieta rica em carboidratos, fica cada vez mais difícil ter uma resposta satisfatória do organismo, e a sensibilidade á insulina tende a diminuir, fazendo com que muito do peso ganho seja gordura ao invés de massa muscular.

Não tem mágica, o conceito de potencial anabólico mostra que precisamos ter paciência para evoluir, que estratégias que aumentam os ganhos rapidamente diminuem o potencial anabólico rapidamente, e o ganho de massa muscular é um processo lento e gradual. Claro que você pode acelerar seus ganhos usando esteroides, mas isso também reduz seu potencial anabólico com o tempo de uso e após o uso. A estratégia de uso também é determinante para sua evolução.

abraços, dudu haluch

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.