4
maio
2015
26

Massa muscular e perda de gordura e as vias de sinalização mTOR e AMPK (DUDU)

Ganhar massa muscular e perder gordura ao mesmo tempo é algo difícil porque as principais vias que sinalizam a síntese proteica no músculo (Akt/mTOR) e a via que sinaliza a mobilização dos estoques energéticos (AMPK) são antagônicas, sendo que essa última é responsável pela inibição da mTOR. Por esse motivo também não se pode dissociar os efeitos do treinamento da dieta e do contexto hormonal, já que essas vias de sinalização podem ser influenciadas por esses três fatores.

O aumento das quantidades de carboidratos em conjunto com o treinamento resistido estimulam os principais hormônios anabólicos, insulina, testosterona, GH/IGF-1, que na célula muscular serão responsáveis pelo aumento da síntese de proteínas através da sinalização via Akt/mTOR. Já a AMPK tem sua expressão aumentada durantes o exercício aeróbico e quando o estoque energético é baixo (baixo estoque de glicogênio), como em uma dieta CUTT/Contest.

Ao escolher sua metodologia de treinamento e dieta você estará escolhendo naturalmente qual via de sinalização quer otimizar, se vai priorizar o ganho de massa muscular (Akt/mTOR) ou a perda de gordura (AMPK). As duas coisas ao mesmo tempo só acontecem com facilidade durante o uso de hormônios anabólicos, porque mesmo que a dieta e o treinamento em uma fase de cutting/contest aumentem a expressão da AMPK, os hormônios anabólicos aumentarão fortemente a expressão da via Akt/mTOR, bem como a inibição do fator de transcrição FOXO, responsável pela perda de massa muscular, aumentando a degradação de proteínas.

Por isso também o catabolismo muscular durante o uso de esteroides em uma dieta restrita é difícil de acontecer, e é também por esse motivo que o catabolismo pós-ciclo de esteroides (ou ao reduzir muito as doses) é potencializado, pois leva a uma grande diminuição da expressão da via Akt/mTOR, e consequente aumento da expressão de FOXO.

abraços, Dudu Haluch

Leia mais

Deixar um Comentário