28
mar
2016
9

LETROZOL – PERFIL (DUDU)

Letrozol é considerado o mais poderoso inibidor de aromatase (IA), desenvolvido e comercializado no final dos anos 90 com o nome comercial de Femara, com indicação terapêutica para o tratamento do câncer de mama avançado em mulheres na pós menopausa.

Letrozol, assim como o anastrozol, é um IA não esteroidal de terceira geração (os mais potentes e seletivos entre os IAs), mas é considerado mais potente que o anastrozol. A dose usual para o tratamento do câncer de mama é de 2,5 mg por dia (um comprimido), mas mesmo em doses menores que 0,5 mg/dia letrozol pode reduzir as concentrações de estradiol à níveis indetectáveis. Fisiculturistas gostam de usar essa droga quando usam doses elevadas de testosterona ou em períodos pré-contest, já que uma redução do estrogênio pode ajudar a diminuir à retenção de água. Mas é preciso ter cautela com essa droga, pois níveis muito baixos de estrogênio podem afetar negativamente a função sexual (libido, ereção), o perfil lipídico, as articulações e também aumentar a fadiga. Outro problema com essa droga é o potencial efeito rebote do estrogênio após interrupção do uso, portanto é recomendável a técnica do desmame (retirada gradual do fármaco) para tentar controlar esse problema e até mesmo o uso de um SERM (tamoxifeno ou clomifeno) pode auxiliar no controle do efeito rebote do estrogênio.

Não encontrei fundamento para a ideia que letrozol possa regredir uma ginecomastia consolidada (quando o tecido mamário fibrosa). Particularmente, considero o uso do letrozol mais arriscado em comparação aos demais inibidores de aromatase e seria fortemente recomendado o acompanhamento de exames laboratoriais ao fazer uso dessa droga para reduzir os níveis de estradiol, sendo que alguns gurus e especialistas recomendam manter um estradiol na faixa de 20-30 mg/dL para evitar efeitos adversos, embora eu considere concentrações maiores de estradiol aceitáveis quando níveis de testosterona e dos esteroides androgênicos estão elevados.

abraços, Dudu Haluch

Leia mais

3 Responses

  1. Diego

    Parabéns pela matéria , gostaria que vc me matase uma dúvida , tenho um pouco de ginecomastia de um ciclo que fiz a mais de 1 ano , tomando esse letrozol ela poderia sumir , e se eu tomalo posso perder nos ganhos

    1. Tiago

      Diego,
      uma vez fiquei com nódulo também, utilizei letrozol por um período, e apos tamoxifeno para evitar possibilidade de rebote, resolveu meu problema.

      1. Ruan O.

        Tiago, quantos comprimidos você chegou a tomar pra sumir esse nódulo?
        E vc tomava um comp a cada quantos dias?
        Um dia sim, outro não
        Ou um dia sim e dois não
        ?

Leave a Reply