19
jul
2018
7

EXCESSO de PROTEÍNA para ganhar MASSA MUSCULAR (DUDU)

Muita gente acha que comer muita proteína aumenta massa muscular. Se fosse assim seria fácil verificar ganhos contínuos de quem consome 3, 4, 5 g/kg de proteína. Isso não acontece simplesmente porque nosso organismo tem um limite para usar os aminoácidos provenientes da dieta para sintetizar proteínas musculares. Hormônios anabólicos como insulina, GH, IGF-1 e testosterona são os principais reguladores da síntese proteica. O treinamento resistido em conjunto com a nutrição também estimulam a síntese proteica e podem influenciar esses hormônios e outras vias de sinalização celular (Akt/mTOR) que contribuem para aumento da síntese proteica e hipertrofia muscular.

A testosterona é o principal hormônio determinante para o ganho de massa muscular e isso pode ser visto quando olhamos os ganhos de massa muscular com uso de esteroides anabolizantes. Logo, existe um limite para sintetizar proteínas, seja o indivíduo natural ou hormonizado (síntese proteica maior). Se não existisse um limite para síntese proteica, ganharíamos massa muscular continuamente só por comer muita proteína. Isso não acontece obviamente e o excesso de proteínas sofre degradação (catabolismo), sendo que os aminoácidos perdem seu nitrogênio através dos processos de transaminação e desaminação, e seus esqueletos de carbono entram no ciclo de Krebs na mitocôndria, sendo utilizados como fonte de energia (oxidação) ou também podem ser utilizados para sintetizar ácidos graxos (gordura, mais improvável).

O nitrogênio dos aminoácidos se converte em ureia e é eliminado na urina. Você pode verificar facilmente que indivíduos que consomem muita proteína apresentam níveis de ureia elevados, o que mostra claramente aumento do catabolismo de aminoácidos. Por isso se entupir de proteínas ou aminoácidos (BCAA) é burrice e desperdício de dinheiro. O corpo usa apenas o necessário para síntese proteica, o que dificilmente será maior que 2 g/kg para um natural ou 2,5 – 3,0 g/kg para um hormonizado. Em restrição calórica o catabolismo de proteínas aumenta porque os aminoácidos além de serem utilizados como fonte de energia, também podem formar glicose.

abraços Dudu Haluch

Leia mais

3 Comentários

  1. Matheus Chagas

    Interessante, metade do ano sofri de cálculo renal por excesso de ácido úrico tendo como causa provável o excesso de proteína, mesmo tomando 1 a 2l de agua por dia, além de suco.

Deixar um Comentário