12
jun
2013
4

ESTEROIDES e TREINAMENTO para MULHERES (DUDU)

Vou passar aqui um pouco do que aprendi sobre o treinamento e o uso de esteróides anabolizantes para mulheres, uma vez que existe muito preconceito e tabu nesse assunto, mesmo porque as mulheres em geral tem vergonha de relatar alguns colaterais, com medo de se expor.

É preciso levar em consideração que a mulher tem uma produção de testosterona muito menor que a do homem (~10-20x menor), de forma que o ganho de massa muscular e uma evolução aparente em geral se torna muito mais difícil.

“A testosterona é responsável pelo desenvolvimento e manutenção das características masculinas normais, sendo também importante para a função sexual normal e o desempenho sexual. Apesar de ser encontrada em ambos os sexos, em média, o organismo de um adulto do sexo masculino produz cerca de vinte a trinta vezes mais a quantidade de testosterona que o organismo de um adulto do sexo feminino,[1] tendo assim um papel determinante na diferenciação dos sexos na espécie humana.”

É fundamental observar também que a genética e a forma do shape desempenha um papel muito importante no desenvolvimento muscular da mulher, de forma que algumas mulheres podem ter maior facilidade para ganhos de massa muscular em membros superiores ou inferiores, e quando você acrescenta o uso de esteróides anabolizantes esse é um ponto que não deve ser desprezado, uma vez que as drogas potencializam os efeitos anabólicos nos pontos fortes. Muitas atletas profissionais e mais experientes não costumam treinar peito ou braços (ou treinam com baixa frequência e pouca carga), principalmente nas categorias que priorizam um físico mais feminino (toned, biquini). Por seu grau de androgenicidade, os esteróides podem apresentar efeitos colaterais dos mais diversificados, sendo que os principais são a queima de gordura, que em algumas regiões do corpo podem não ser muito desejáveis, como os seios.

Mulheres que não usam esteróides anabolizantes não precisam se preocupar muito com esses efeitos, e a princípio podem treinar membros superiores e inferiores com o mesmo grau de intensidade, mas o ideal é observar com o tempo o grau de desenvolvimento e facilidade de ambas as partes a fim de estruturar um treinamento mais eficiente com ênfase nos pontos fracos.

“Esteróides são hormônios, responsáveis pela harmonia das funções vitais do organismo. São compostos químicos sintéticos que imitam os efeitos anabólicos da testosterona, tendo a propriedade de ativar o metabolismo protéico, retendo o nitrogênio e aumentando a atividade do RNA. Além dos esteróides nosso organismo também possui outros hormônios tais como a insulina, o glucagon, os hormônios da tiróide e outros. Existem três categorias de esteróides :

* Estrógenos ( hormônio feminino ) produzido pelo ovário, produz os caracteres sexuais femininos;
* Andrógenos ( hormônio masculino ) produzido pelos testículos, produz os caracteres masculinos;
* Cortizona que é produzida por ambos os sexos, tem efeito analgésico e anti-inflamatório.”

Os esteróides anabólicos são um subgrupo de andrógenos

Os efeitos desejáveis com a administração dos esteróides são:

* Aumento da síntese protéica;
* Diminuição da fadiga;
* Aumentar a retenção de glicogênio;
* Favorecer o metabolismo dos aminoácidos
* Inibir a atuação do cortisol ( hormônio catabólico), liberado pelo stress. Também torna o organismo mais suscetível à gripes e resfriados por suprimir os mecanismos imunológicos.
* Promover um balanço nitrogenado positivo;
* Aumento da força de contratilidade muscular.
*aumento da libido
EFEITOS COLATERAIS COMUNS EM MULHERES
Esses efeitos são muito dependentes da droga utilizada, tempo de uso, dosagem, etc; dependendo muito do grau de androgenicidade do esteróide utilizado :

*queda de cabelo;
*acne e oleosidade;
*Agressividade;
*Virilização;
*Crescimento de pelos;
*Engrossamento da voz;
*Hipertrofia do clitóris;
*Distúrbios menstruais e ovulatórios.
*inchaço
*ganho de gordura e depressão pós-ciclo
*queda na libido pos-ciclo

Por esses efeitos indesejáveis, drogas como testosterona, trembolona, dianabol, halotestin, em geral devem ser evitadas por mulheres que desejam um corpo mais feminino.
As drogas com menores efeitos androgênicos indesejáveis são oxandrolona (na minha opinião e da maioria dos treinadores a droga mais suave em colaterais, favorita das mulheres), hemogenin, proviron, primobolan, masteron, turinabol, boldenona, stanozolol, testosterona e deca (sendo que essas 3 últimas devem ser tomadas com mais cautela).

DUDU HALUCH

You may also like

Hormônios: anabolismo/catabolismo, lipogênese/lipólise (DUDU)
Simplicidade, Consistência e Adaptação (Dudu)
Ciclo dos Profissionais 3: anos 70 (era Arnold)
Importância das drogas e hormônios no bodybuilding