3
out
2015
22

CONTROLANDO COLATERAIS (DUDU)

A simplicidade e complexidade do ESTROGÊNIO!

Alguns colaterais deveriam ser óbvios quando se usa esteroides, isto é, algo que não deveria surpreender, mas a maioria que começa usando esteroides não se preocupa em entender o básico.
A lógica com testosterona é muito simples, é da sua natureza aromatizar, então ao elevar os níveis de testosterona o estrogênio, mais precisamente e importante o estradiol, irá se elevar também. Em geral se seus néiveis de testosterona (T) dobrarem, o mesmo ocorrerá com seu estradiol (E2), de forma que a razão T/E2 deve permanecer aproximadamente constante.

O fato do estradiol estar alto não necessariamente será um problema num ciclo de esteroides, pode até ser benéfico para o perfil lipídico, enquanto manter níveis muito baixos desse hormônio poderá ser um problema, principalmente para a libido (imunidade e articulações talvez?). Claro que níveis elevados de estradiol aumentam a chance de colaterais como ginecomastia, e é engraçado como novatos/frangos/leigos se espantam com isso, um efeito colateral que pode ocorrer naturalmente na puberdade pela aromatização da testosterona endógena, e é tão comum entre adolescentes.

Pior, o cara tem uma simples ginecomastia e já acha que deve usar letrozol ou exemestano no ciclo. Isso demonstra falta de conhecimento sobre controle do estrogênio e seus colaterais. Não é necessário drogas tão potentes para baixar níveis de estradiol, na verdade é melhor evitar um inibidor de aromatase como letrozol se você não tem níveis tão abusivos de testosterona e estradiol, e principalmente se não faz nenhum controle com exames. Se você for muito agressivo com a redução do estradiol pode ter problemas piores, basta um simples anastrozol na maioria dos casos, até porque não passa de especulação achar que níveis de estrogênio baixos é o melhor a se fazer. Você não pode culpar o estrogênio quando está gordo ou comendo grandes quantias de carboidrato, além de ter que se considerar ainda a resposta individual, sua sensibilidade aos hormônios (androgênio, estrogênio e insulina).

Claro que existe uma competição entre androgênios e estrogênio, através da regulação dos receptores nos tecidos, e esse é um dos motivos que mulheres tem perda dos seios quando usam esteroides androgênicos, e também pelo motivo oposto, níveis elevados de estrogênio (E2) provocam ginecomastia nos homens (também depende de resposta individual). Na verdade, não apenas tanto níveis elevados dos hormônios você tem esses problemas, mas sim pela grande diferença na razão ANDROGÊNIO/ESTROGÊNIO (análogo aqui da razão T/E2, mas generalizando para o uso de esteroides androgênicos). Esse é um dos motivos que masteron foi eficaz nos estudos para combater o câncer de mama, mesmo não inibindo a aromatase ou agindo como um SERMs, o que não faz dele uma boa droga para evitar colaterais associados a elevados níveis de estrogênio.

Estrogênio elevado também irá reduzir sua testosterona livre e a disponibilidade de androgênios por elevar o SHBG, mas claro que você deveria saber que SHBG estará reduzida com o uso de esteroides androgênicos. Você pode ver isso claramente nos exames durante um ciclo de esteroides com seu estradiol elevado e usando esteroides. Esse seria um problema quando seu estradiol está elevado e sua testosterona está baixa, como no pós ciclo, ou também é o caso para as mulheres que usam anticoncepcional, que tem elevados níveis de SHBG pelo uso do contraceptivo hormonal, reduzindo agressivamente as concentrações de testosterona livre.

O problema é quase sempre a falta de informação, afinal, se você me pergunta se deve usar algum tipo de proteção intra ciclo, eu te pergunto, “do que você está falando, você sabe o que está fazendo, ou, o que isso pode fazer em você, de que hormônios você está falando cara?”. Você nem entende porque seu estrogênio está elevado, você acha estranho algo que deveria ser óbvio. Se você usa um esteroide que aromatiza e/ou se converte em DHT, o que você deveria esperar? Ou se sua prolactina está alta, isso só seria motivo de desespero para quem não entende o que está fazendo.

Esse é o lado mais simples, há tantos outros problemas com esteroides que nenhum exame vai mostrar para você, mesmo uma libido baixa estando com testosterona elevada, ou uma ginecomastia mesmo com estradiol na referência, mudanças no humor, apetite, sono etc. Às vezes você começa de forma simples, mas nem sabe onde vai parar, e nem vai entender ou saber o que fazer quando acontecer, e também poderá não encontrar uma resposta para o seu problema porque não tem conhecimento suficiente ou não consegue encontrar a causa.

É engraçado quando as pessoas falam de forma simplista sobre esteroides, os críticos e os banalizadores e defensores do uso, é simples porque você realmente não compreende, ou ainda não chegou no ponto de precisar entender.

abraços, Dudu Haluch

REFERÊNCIA:
Dudu Haluch

4 Responses

  1. Diony

    Dudu, não tenho experiência em ciclos.
    Comprei um dianabol 100 cápsulas, anastrazol 30 cápsulas e proviron 50 cápsulas. A pergunta é devo usar como
    Quero manter entre 30 a 50 ml de dianabol durante 6 semanas , então devo tomar td dia o anastrazol ou só se aparecer sintomas ? E o proviron tomo td dia tbm durante o ciclos ?

  2. Paulo Henrique Freitas

    Dudu, quais os protetores devo usar durante um ciclo de: propionato, masteron e oxandrolona??
    SO TEU FÃ ( QUERO COMPRAR SEU LIVRO COMO FAÇO,).

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.