9
ago
2018
12

Condicionamento de competição e adaptações metabólicas no pré-contest

O condicionamento de palco de um fisiculturista não pode ser mantido por muito tempo porque o baixo percentual de gordura exigido para a competição exige o uso de recursos ergogênicos, dieta restrita e muitas vezes um grande volume de treino. O déficit calórico elevado e o aumento do gasto energético induzido por termogênicos e hormônios (esteroides, GH, t3, t4) promove grande perda de gordura, mas essa perda não é linear e sim cada vez mais lenta conforme o tempo de dieta.

Com a redução da gordura corporal e com a restrição calórica, as células de gordura (adipócitos) diminuem de tamanho, o que provoca redução dos níveis de leptina, hormônio produzido pelos adipócitos. A leptina é um dos principais hormônios envolvidos no controle da saciedade e sua redução com a perda de peso está relacionada ao aumento da fome e redução do gasto energético.

Outros hormônios envolvidos no controle do apetite (redução da insulina, aumento da grelina) também se alteram com a redução dos estoques de gordura, o que provoca aumento da fome. Quanto menor porcentual de gordura, mais resistente se torna o organismo e a resposta biológica para promover reganho de peso se torna cada vez mais persistente, induzindo aumento da fome e redução do gasto energético (termogênese adaptativa).

O uso de termogênicos, esteroides e a dieta restritiva podem manter essa perda de gordura apenas por um tempo limitado, pois o organismo fará de tudo para reestabelecer as reservas de gordura perdidas. O efeito rebote de peso é esperado ao final do período pré-contest, pois só é possível manter o controle da fome por um tempo limitado, que varia de indivíduo para indivíduo. Além disso, com a retirada dos termogênicos e hormônios o metabolismo se torna mais lento , o que é agravado pelos efeitos da termogênese adaptativa induzida pela restrição calórica.

Seria possível manter parte dos resultados se conseguíssemos manter a dieta e o gasto energético com exercícios aeróbicos. No entanto, os hormônios que controlam o apetite tendem a permanecer alterados enquanto o peso anterior não é reestabelecido. Quanto mais gordura você precisa perder, mais agressivas são as respostas biológicas do organismo para recuperar o peso perdido.

Leia mais

Deixar um Comentário