18
jan
2017
13

Algumas coisas básicas sobre suplementos e manipulados

Algumas coisas básicas sobre suplementos e manipulados:

– creatina é o suplemento mais estudado e com eficácia comprovada quando se trata de ganhos de força;

– praticamente impossível uma fórmula de 1000-2000,00 de manipulados ter um custo benefício melhor do que um suplemento de creatina ou cafeína que custa 30-50,00;

– termogênicos com substâncias naturais (catequinas, capsaicina, sinefrina) tem fraco efeito termogênico e de forma geral contribui muito pouco ou nada para perda de peso e gordura (vários estudos mostram isso). É válido usar chá verde, pimenta, cafeína, desde que vc não gaste uma fortuna manipulando isso;

– a base dos termogênicos naturais é cafeína e alguns contém as substâncias que eu citei acima. Não se iluda, nem pague caro por isso;

– suplemento para inibir miostatina não tem eficácia nenhuma para aumentar massa muscular, é inútil;

– boro e magnésio mostraram aumento da testosterona em um ou outro estudo, mas em outros não;

– sob as alegações do ZMA em elevar os hormônios anabólicos, não existem evidências, em indivíduos saudáveis sem carência nutricional de zinco, que a suplementação de zinco ou ZMA eleve a testosterona ou IGF-1;

– crisina não reduz estrogênio. Nem existe suplemento bom que faça isso;

– tribulus e maca peruana parecem aumentar libido em indivíduos saudáveis, mas maior parte dos estudos não mostra nenhum efeito nos níveis de testosterona. Se pode ajudar na libido, então não é inútil, só não se iluda;

– turkesterone não tem efeitos anabólicos comprovados em humanos (Ajuga turkestanica);

– mesmo que algumas dessas substâncias aumentem os níveis de testosterona, esse aumento não se correlaciona com ganhos de massa muscular em indivíduos saudáveis. Ou seja, se sua testosterona endógena subir de 500 ng/dl para 800 ng/dl Isso muito provavelmente não vai refletir em hipertrofia. Só níveis suprafisiológicos de testosterona estão correlacionados com hipertrofia muscular em indivíduos saudáveis;

– a beta-alanina parece ser uma estratégia nutricional segura, capaz de melhorar o desempenho anaeróbio de alta intensidade, mas existe a suspeita que possa interferir nas adaptações do treinamento;

– nunca confie em fórmulas que contenham muitos manipulados, o custo-benefício é baixo;

– confie mais nos profissionais que planejam seus resultados com mudanças na dieta e no treinamento, do que naqueles que se baseiam mais em prescrições enormes e listas gigantescas de exames. Isso impressiona e engana leigos, mas está longe de demonstrar competência e conhecimento;

– muitos fisiculturistas usam uma porrada desses manipulados porque acreditam que faz alguma diferença, mas na verdade sabemos que o principal diferencial dos grandes atletas e modelos é genética (muita diferença), dedicação, consistência e hormônios. Conhecimento também, mas nem sempre. Muitas pessoas com físicos maravilhosos não sabem nem estruturar um ciclo de esteroides (fazem um monte de merda, mas o shape vai ser bom do mesmo jeito), quem dirá entender de nutrição, bioquímica e fisiologia.

abraços, Dudu Haluch

Leia mais

5 Comentários

  1. Leonardo Facini Schena

    Por isso gosto dos seus artigos Dudu, direto ao ponto sem frufru, e acho engraçado as pessoas que leem o que você posta e não interpretam o texto, ao exemplo do comentário anterior. Admiro seu trabalho e seu conhecimento. Abraço

Deixar um Comentário